Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1519
Document type: Dissertação
Title: Relação entre grau de estenose coronariana e níveis de proteína C reativa hipersensível
Author: Werle, Berenice Maria 
Advisor: Moriguchi, Emilio Hideyuki
Abstract (native): Introdução: Dislipidemia é um importante fator de risco modificável para evento coronariano mas muitos eventos ocorrem em pessoas com níveis de lípides normais que aparentemente teriam risco clínico baixo. Novos fatores de risco para doença coronariana foram definidos, entre eles a dosagem sérica de proteína C reativa hipersensível (hs-CRP). Angiografia coronariana é o padrão ouro para o diagnóstico anatômico de doença coronariana e tem sido utilizada para avaliação de pacientes que sofreram eventos agudos ou que necessitam manejo clínico mais adequado. Objetivos: Estabelecer a relação entre o grau de estenose coronariana e os níveis de hs-CRP. Analisar a correlação entre fatores de risco clássicos e grau de estenose coronariana. Material e métodos: Neste estudo transversal foram incluídos pacientes submetidos a cateterismo cardíaco eletivo no Serviço de Hemodinâmica do Hospital São Lucas da PUCRS, com avaliação dos resultados obtidos e dos níveis de hs-CRP e de lipídios dosados. Resultados: Foram avaliados 138 pacientes (70 mulheres e 68 homens, idade média de 56,9 +/- 11,3 anos) submetidos a angiografia coronariana, avaliada por um profissional experiente cegado para outros dados do estudo, de acordo com 2 escores: escore de vaso (0-3 pontos para 0-3 vasos com doença coronariana) e escore de estenose (0-3 pontos; 0 = s/ lesões, 1 = estenose 1-49%; 2 = 50-74%; 3 = >75%). De acordo com o escore total obtido, foram encontrados 72 pacientes sem doença ou com doença arterial coronariana mínima (grupo A, escore 0-3), 21 pacientes com doença moderada (grupo B, escore 4-7) e 45 pacientes com doença severa (grupo C, >7). Foi analisada a correlação entre esses grupos e os níveis de hs-CRP, colesterol total, HDL colesterol, triglicerídeos e a idade. Pacientes com idade mais avançada apresentaram escore mais elevado (p=0,005). Não houve significância estatística com relação aos níveis de colesterol total e de PCR e houve relação inversa com níveis de HDL colesterol (p=0,095) e triglicerídeos (p=0,018). Conclusão: Os fatores de risco clássicos demonstraram relação com severidade da doença coronariana (idade, HDL colesterol e triglicerídeos). Os níveis de hs-CRP demonstraram associação com a presença mas não com a severidade da doença arterial coronariana de acordo com a angiografia coronária.
Keywords: DOENÇAS CARDIOVASCULARES
PROTEÍNAS
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Citation: WERLE, Berenice Maria. Relação entre grau de estenose coronariana e níveis de proteína C reativa hipersensível. 2006. 51 f. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1519
Issue Date: 2-Mar-2006
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
380548.pdfTexto Completo260.28 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.