Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1504
Document type: Dissertação
Title: Viabilidade do enxerto ósseo da crista ilíaca vascularizado pelo ramo ilíaco da artéria iliolombar : estudo experimental em ratos
Author: Peruchi, Fábian Maccarini 
Advisor: Silva, Jefferson Luis Braga da
Abstract (native): Introdução: Os enxertos ósseos continuam sendo utilizados com freqüência na resolução de situações clínicas com perda de substância óssea. A viabilidade das células ósseas transferidas com o enxerto é um dos fatores determinantes para as propriedades mecânicas e fisiológicas do enxerto. Uma dúvida inerente ao procedimento cirúrgico quando se utiliza enxertos ósseos vascularizados é: será que o enxerto ósseo manterá sua viabilidade através do pedículo vascular com o decorrer do tempo? Através de um modelo experimental, almejamos criar inferências sobre a viabilidade do enxerto ósseo vascularizado da crista ilíaca em ratos e verificar suas características histológicas. Métodos: Foram utilizados 23 ratos machos isogênicos da linhagem Kyoto, os quais foram divididos em dois grupos, o primeiro composto por animais submetidos à técnica do enxerto ósseo vascularizado da crista ilíaca baseado no ramo ilíaco da artéria iliolombar, e o segundo (grupo controle) submetidos ao mesmo procedimento que o primeiro com a adição da ligadura do pedículo vascular. A viabilidade dos enxertos ósseos foi verificada durante três semanas, através da visualização direta do enxerto, histologia e imuno-histoquímica. Resultados: Todos os enxertos vascularizados avaliados na primeira semana apresentaram viabilidade segundo a observação direta, histologia e imuno-histoquímica. Entretanto na segunda e terceira semana os enxertos mostraram-se inviáveis em 75% dos casos quando submetidos à avaliação segundo a observação direta e em 50% dos casos quando realizada a análise histológica e imuno-histoquímica. Conclusão: Alguns enxertos vascularizados em sua concepção tornaram-se inviáveis e passaram a se comportar como enxertos não-vascularizados sob a análise da observação direta e histológica. Apesar da possibilidade de falha, o uso de enxertos ósseos vascularizados deve ser incentivado, pois a histologia descritiva demonstrou maior densidade celular na porção óssea medular, osteócitos com maior funcionalidade na deposição de matriz óssea, com rede vascular intra-óssea preservada.
Keywords: MEDICINA
TRANSPLANTE ÓSSEO
ARTÉRIA ILÍACA
REGENERAÇÃO ÓSSEA
HISTOLOGIA
IMUNOISTOQUÍMICA
EPIDEMIOLOGIA EXPERIMENTAL
RATOS
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Citation: PERUCHI, Fábian Maccarini. Viabilidade do enxerto ósseo da crista ilíaca vascularizado pelo ramo ilíaco da artéria iliolombar : estudo experimental em ratos. 2009. 76 f. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1504
Issue Date: 4-Mar-2009
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
411954.pdfTexto Completo1.9 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.