Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1465
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSantos, Vanessa Argondizo dos-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4188677D9por
dc.contributor.advisor1Chatkin, José Miguel-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4793985P6por
dc.date.accessioned2015-04-14T13:34:26Z-
dc.date.available2008-03-07-
dc.date.issued2007-12-19-
dc.identifier.citationSANTOS, Vanessa Argondizo dos. Associação do polimorfismo Gln223Arg do receptor da leptina com índice de massa corporal e status tabágico. 2007. 105 f. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.por
dc.identifier.urihttp://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1465-
dc.description.resumoINTRODUÇÃO: Estudos comprovando os malefícios do fumo têm sido amplamente difundidos como forma de combate à adição. Mas existe grande dificuldade para sua cessação. Um dos fatores é o ganho de peso decorrente deste ato. Estudos de polimorfismos no gene do receptor da leptina sugerem a associação dos mesmos à composição corporal e à distribuição da gordura no corpo; mas tal mecanismo ainda não está bem definido quando a variável status tabágico é incluída. OBJETIVO: Verificar a associação entre status tabágico, IMC e o polimorfismo LEPR Gln223Arg. MÉTODOS: Foram selecionados 742 voluntários no banco de sangue da cidade de Passo Fundo, RS. Os participantes respondiam a um questionário e coletava-se uma amostra de sangue. Após foi feita a extração do DNA, seguido da técnica de reação em cadeia da polimerase, e, para a genotipagem , a técnica de polimorfismos de tamanhos de fragmentos de restrição com endonuclease de restrição. Para as análises, utilizou-se o teste qui-quadrado de Pearson, com significância de 5%. RESULTADOS: Foi constatada associação positiva entre o polimorfismo Gln223Arg do LEPR, IMC e status tabágico em obesos com o genótipo Arg/Arg. Não foi verificada associação entre o polimorfismo Gln223Arg do LEPR e IMC. Não houve associação entre o polimorfismo Gln223Arg do LEPR e status tabágico. CONCLUSÃO: Estes achados sugerem que nos indivíduos com IMC maior ou igual a 30 kg/m2, o tabagismo se distribui de forma diferente conforme o polimorfismo Gln223Arg do LEPR, sendo os obesos com o genótipo Arg/Arg os que tiveram maior proporção de fumantes (P = .03).por
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-04-14T13:34:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 398705.pdf: 778724 bytes, checksum: c4b0e318c79d4fef0ca689429b5a3f5c (MD5) Previous issue date: 2007-12-19eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucrs.br:80/tede2/retrieve/7362/398705.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpor
dc.publisher.departmentFaculdade de Medicinapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUCRSpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúdepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEPIDEMIOLOGIApor
dc.subjectTABAGISMOpor
dc.subjectLEPTINApor
dc.subjectÍNDICE DE MASSA CORPORALpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDEpor
dc.titleAssociação do polimorfismo Gln223Arg do receptor da leptina com índice de massa corporal e status tabágicopor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
398705.pdfTexto Completo760.47 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.