Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1416
Document type: Dissertação
Title: Comparação da gravidade das crises de sibilância em lactentes causadas por diferentes vírus respiratórios
Author: Silva, Jacqueline Ramos da 
Advisor: Pinto, Leonardo Araújo
Abstract (native): As crises de sibilância desencadeadas por vírus estão entre as principais causas de internação hospitalar em lactentes. Estudos prévios descreveram uma diferença na severidade da doença dependente do vírus identificado em amostra de via aérea, porém alguns trabalhos apresentam resultados conflitantes. Este estudo tem, portanto, o objetivo de avaliar a relação entre o patógeno causador da infecção e tempo de internação, em uma amostra de lactentes de Porto Alegre. As amostras de secreção nasofaríngea para pesquisa de vírus respiratórios por imunofluorescência direta (IFD) e polymerase chain reaction (PCR) foram coletadas no período 09/2009 e 09/2011. Foram recrutados pacientes internados no Hospital São Lucas da PUCRS com diagnóstico de infecção do trato respiratório inferior (ITRI). Foram analisadas 122 amostras de pacientes com ITRI, e destas, 65 (51,2%) foram positivas para infecção por vírus sincicial respiratório (VSR). Além destas amostras, 15 foram positivas para influenza, 5 para rinovírus, 10 para parainfluenza, 3 para metapneumovírus e 3 para adenovírus. Quando utilizamos o tempo de internação como um marcador de gravidade, pacientes com VSR ficaram, em média, 6,74 ± 4,39 dias internados, enquanto pacientes sem VSR ficaram apenas 4,97 ± 2,64 dias internados, em média, sendo esta diferença estatisticamente significativa. Porém quando avaliados outros fatores de risco como história familiar de asma da mãe, número de irmãos e sexo não houve uma diferença significativa. O estudo demonstrou uma positividade geral elevada para vírus, com a predominância do VSR. Este estudo indica a possibilidade de que a infecção por VSR possa influenciar marcadores gravidade em lactentes com ITRI
Abstract (english): Acute wheezing is a leading cause of hospitalization in infants. Previous studies have described a difference in the severity of the disease depends on the virus identified in a sample of air, but some studies show conflicting results. This study is therefore to evaluate the relationship between the causative pathogen of lower respiratory tract infection (LRTI) and length of stay in a sample of infants from Porto Alegre. The nasopharyngeal specimens for testing of respiratory viruses by immunofluorescence and polymerase chain reaction were collected between 09/2009 and 09/2011. We recruited patients at the Hospital São Lucas diagnosed with LRTI. We analyzed 122 samples from patients with LTRI, and of these, 65 (51.2%) were positive for respiratory syncytial virus infection (RSV). Besides these samples, 15 were positive for influenza, 5 to rhinovirus, parainfluenza to 10, 3 to metapneumovírus and 3 for adenovirus. When we used length of stay as a marker of severity, patients with RSV were, on average, 6.74 ± 4.39 days hospitalized, while patients infected with other viruses were only 4.97 ± 2.64 days hospitalized, on average; this difference was statistically significant. However, when we used other risk factor as family history of asthma, number of siblings and sex, there was no significant difference. The study demonstrated high overall positive tests for virus, with the predominance of RSV. The study suggests that RSV may be considered as a risk factor for ITRI severity
Keywords: MEDICINA
PEDIATRIA
BRONQUIOLITE
LACTENTE
SONS RESPIRATÓRIOS
INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::PEDIATRIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina/Pediatria e Saúde da Criança
Citation: SILVA, Jacqueline Ramos da. Comparação da gravidade das crises de sibilância em lactentes causadas por diferentes vírus respiratórios. 2013. 59 f. Dissertação (Mestrado em Pediatria e Saúde da Criança) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1416
Issue Date: 4-Mar-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
448527.pdfTexto Completo406.03 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.