Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1336
Document type: Tese
Title: Intervenção precoce versus intervenção tardia com lavado broncoalveolar e surfactante em modelo experimental de síndrome de aspiração de mecônio
Author: Pereira, Manuel Antônio Ruttkay 
Advisor: Fiori, Humberto Holmer
Abstract (native): Introdução: a síndrome de aspiração de mecônio é causa de insuficiência respiratória grave e de mortalidade significativa em neonatos a termo. Devido à obstrução das vias aéreas e à inativação do surfactante causados pelo mecônio, o lavado broncoalveolar e a reposição de surfactante vêm sendo estudados nos últimos anos. O momento ótimo para a intervenção terapêutica ainda não está determinado. Objetivo: comparar o efeito do uso precoce com o efeito do uso tardio da intervenção com lavado broncoalveolar com surfactante diluído, seguido de uma dose complementar de surfactante, em um modelo animal de síndrome de aspiração de mecônio. Métodos: utilizaram-se 15 porcos recém-nascidos, ventilados com parâmetros fixos durante todo o experimento. Após a indução da aspiração de mecônio com 5 ml/kg de mecônio a 20%, os animais foram randomizados em 3 grupos: grupo I (n=5) - controle; grupo II (n=5) - lavado broncoalveolar com surfactante diluído (15 ml/kg) seguido de dose complementar de surfactante alfa poractante (Curosurf®) 100 mg/kg - intervenção precoce; grupo III (n=5) - lavado broncoalveolar com surfactante diluído (15 ml/kg) seguido de dose complementar de surfactante alfa poractante 100 mg/kg - intervenção tardia. Seis gasometrias arteriais foram coletadas em intervalos específicos ao longo das seis horas do experimento. Resultados: os valores médios de PaO2 antes das intervenções precoce e tardia foram 52,60±13,33 e 66±32,27 mmHg (p=0,658); 30 minutos após cada procedimento terapêutico 96,80±33,07 e 101,40±86,74 mmHg (p=0,894); e três horas após cada um dos tratamentos 122,80±76,79 e 142,20±113,71 mmHg (p= 0,672), respectivamente. A melhora na oxigenação três horas após a intervenção foi significativa tanto no grupo da intervenção precoce [(ΔDPaO2 = 70,20±23,67 (p=0,013)] quanto no da intervenção tardia [(ΔPaO2 = 92,48±35,16 (p=0,022)], o que não foi observado no grupo controle. Conclusão: o lavado broncoalveolar com surfactante diluído, seguido de dose complementar de surfactante, aplicado três horas após a indução da doença, produziu uma melhora na oxigenação em curto prazo semelhante aquela obtida com sua aplicação imediata, em modelo experimental de síndrome de aspiração de mecônio. Ambas as intervenções produziram uma melhora na oxigenação em curto prazo, quando comparadas a um grupo controle.
Keywords: MEDICINA
PEDIATRIA
ASPIRAÇÃO DE MECÔNIO
SURFACTANTES PULMONARES
NEONATOLOGIA
DOENÇAS DO RECÉM-NASCIDO
EPIDEMIOLOGIA EXPERIMENTAL
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina/Pediatria e Saúde da Criança
Citation: PEREIRA, Manuel Antônio Ruttkay. Intervenção precoce versus intervenção tardia com lavado broncoalveolar e surfactante em modelo experimental de síndrome de aspiração de mecônio. 2009. 130 f. Tese (Doutorado em Pediatria e Saúde da Criança) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1336
Issue Date: 22-Dec-2009
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
422046.pdfTexto Completo3.6 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.