Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1101
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorGabriel, João Guilherme-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4772161Y6por
dc.contributor.advisor1Yurgel, Liliane Soares-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4768213T3por
dc.date.accessioned2015-04-14T13:29:51Z-
dc.date.available2007-01-08-
dc.date.issued2006-04-03-
dc.identifier.citationGABRIEL, João Guilherme. Progressão de lesões cancerizáveis da cavidade bucal : análise por citometria digital. 2006. 108 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006.por
dc.identifier.urihttp://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1101-
dc.description.resumoEsta pesquisa teve como objetivo investigar o valor prognóstico do grau de ploidia, determinado por citometria digital, na predição da transformação maligna de lesões cancerizáveis da cavidade bucal. O trabalho analisou o emprego da citometria digital no estudo dessas lesões, comparando-a com a análise histopatológica convencional. Foram avaliadas biópsias seqüenciais de dezesseis pacientes, incluindo trinta lesões cancerizáveis e treze carcinomas, além de oito casos de hiperplasia fibroepitelial, totalizando cinqüenta e uma lesões. Entre as vinte e seis biópsias de lesões cancerizáveis classificadas, metodologicamente, como lesões iniciais, sete não sofreram transformação maligna e dezenove progrediram para carcinoma. Entre o total de trinta casos de lesões cancerizáveis, doze expressaram padrão diplóide, quatro padrão tetraplóide e quatorze padrão aneuplóide. Dois dos carcinomas exibiram padrão tetraplóide e onze padrão aneuplóide. Com exceção de um dos casos de hiperplasia, que exibiu padrão tetraplóide, as demais foram classificadas como diplóides. A aneuploidia em lesões cancerizáveis relacionou-se fortemente com o processo de malignização. O padrão diplóide vinculou-se preferencialmente aos casos de lesões que não progrediram para carcinoma. O padrão tetraplóide exibiu características intermediárias. O emprego do grau de ploidia, determinado por citometria digital, mostrou maior eficácia na predição da malignização de lesões cancerizáveis da cavidade bucal, quando comparado ao emprego do grau de displasia epitelial dessas lesões como marcador prognóstico. A citometria digital oferece maior objetividade para a análise histopatológica, e pode auxiliar na definição de diagnósticos e na graduação da displasia epitelial.por
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-04-14T13:29:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 345780.pdf: 2735622 bytes, checksum: 37cb4bef36f795f23b9838cbad8bd654 (MD5) Previous issue date: 2006-04-03eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucrs.br:80/tede2/retrieve/8029/345780.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpor
dc.publisher.departmentFaculdade de Odontologiapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUCRSpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Odontologiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectNEOPLASIAS BUCAISpor
dc.subjectPATOLOGIA BUCALpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIApor
dc.titleProgressão de lesões cancerizáveis da cavidade bucal : análise por citometria digitalpor
dc.typeTesepor
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
345780.pdfTexto Completo2.67 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.