Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1054
Document type: Dissertação
Title: Comportamento da mandíbula decorrente do tratamento da maloclusão de classe II com aparelho extrabucal de tração cervical e tração combinada
Author: Cardoso, Mauro Rogério Monteiro 
Advisor: Lima, Eduardo Martinelli Santayana de
Abstract (native): O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar os efeitos dos aparelhos extrabucais (AEB) de tração cervical e tração combinada sobre a mandíbula e a relação maxilo-mandibular. Para tanto, foram selecionados 62 pacientes tratados na Clínica de Ortodontia da Faculdade de Odontologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Os pacientes foram, então, divididos em três grupos: o Grupo 1 foi formado por 22 pacientes portadores de maloclusão de Classe II, tratados com AEB de tração cervical; o Grupo 2 foi formado por 20 pacientes portadores da maloclusão de Classe II e tratados com AEB de tração combinada, sendo que ambos os grupos experimentais foram tratados até a obtenção de relação molar de Classe I; o Grupo 3 (controle) foi formado por 20 pacientes com relação molar de Classe I e tratados somente com pequenos procedimentos preventivos no arco inferior. Utilizaram-se as telerradiografias inicial (T1) e de reestudo (T2) de cada paciente, as quais foram traçadas e os pontos foram digitalizados para as análises. Para a análise estatística, foi utilizada análise de variância (ANOVA) complementada pelo teste de Tukey para a comparação inicial entre os grupos e para a comparação das diferenças médias entre T1 e T2 de todos os grupos. Para a comparação entre T1 e T2 de cada grupo, foi utilizado o teste t-student e para ambos os testes foi determinado o nível de significância máximo de 5%. Os resultados demonstraram que houve crescimento mandibular significativo para todos os grupos (p < 0,05). O Grupo 1 apresentou aumento significativo no eixo y e SN.GoGn com o tratamento (p < 0,05). O Grupo 2 não apresentou aumento significativo no eixo y e SN.GoGn (p > 0,05). Houve redução de convexidade para ambos os grupos experimentais, com mais intensidade no Grupo 1, no entanto, sem diferença significativa (p > 0,05). Com base nestes resultados, é possível concluir que há rotação horária da mandíbula somente no tratamento com AEB cervical e que ambos os tratamentos promovem a redução de convexidade facial.
Keywords: ORTODONTIA
ORTOPEDIA FACIAL
MALOCLUSÃO
APARELHOS ORTODÔNTICOS
MANDÍBULA
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Odontologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Citation: CARDOSO, Mauro Rogério Monteiro. Comportamento da mandíbula decorrente do tratamento da maloclusão de classe II com aparelho extrabucal de tração cervical e tração combinada. 2010. 74 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1054
Issue Date: 22-Jan-2010
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
422970.pdfTexto Completo1.03 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.