Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1019
Document type: Dissertação
Title: Retração de caninos superiores com bráquetes autoligados e convencionais
Author: Mezomo, Maurício Barbieri 
Advisor: Lima, Eduardo Martinelli Santayana de
Abstract (native): O objetivo deste ensaio clínico randomizado tipo boca dividida foi avaliar e comparar o fechamento dos espaços durante a retração dos caninos permanentes superiores com os bráquetes autoligado SmartClip e convencional Gemini. A amostra foi constituída de 13 pacientes portadores de maloclusão de Classe I com biprotrusão ou Classe II 1ª divisão de Angle, com média de idade de 18 anos e 4 meses, sendo 3 do gênero masculino e 10 do feminino. Todos os indivíduos foram submetidos à extração terapêutica dos primeiros pré-molares superiores. A retração dos caninos foi realizada através de cadeia elastomérica com força de 150g. As avaliações foram realizadas nos tempos (T1 inicial, T2 4 semanas, T3 8 semanas, T4 12 semanas) através de modelos de gesso. Foram analisadas a taxa da movimentação e rotação dos caninos bem como a perda de ancoragem dos primeiros molares permanentes superiores. A mensuração do fechamento dos espaços foi realizada entre o canino e o segundo pré-molar e a rotação através do ângulo formado pela intersecção da linha que passava pelos pontos de contato dos caninos com a linha da rafe palatina mediana. A perda de ancoragem foi medida por um guia adaptado às rugas palatinas nos modelos de gesso inicial e final. Os dados obtidos foram submetidos a análise estatística através do teste t-Student considerando o nível de significância de 5%. Os resultados demonstraram que o bráquete autoligado apresentou taxa média de movimentação mensal de 0,92mm (+/- 0,29) e rotação de 8,46o (+/- 4,68) dos caninos superiores e a perda de ancoragem de 0,65mm (+/- 0,24); o bráquete convencional apresentou taxa média de movimentação mensal de 0,84mm (+/- 0,22) e rotação de 11,77o (+/- 3,26) dos caninos superiores e a perda de ancoragem de 0,57mm (+/- 0,24). Não houve diferença significativa (p=0,250) entre a taxa de movimentação dentária dos caninos entre os dois tipos de bráquetes. O controle de rotação dos caninos foi melhor promovido pelo bráquete autoligado (p=0,005). Ocorreu perda de ancoragem para ambos os grupos, sem diferença estatística entre eles (p=0,157).
Keywords: ODONTOLOGIA
ORTODONTIA
RETRAÇÃO (ODONTOLOGIA)
MATERIAIS DENTÁRIOS
APARELHOS ORTODÔNTICOS
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Odontologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Citation: MEZOMO, Maurício Barbieri. Retração de caninos superiores com bráquetes autoligados e convencionais. 2009. 70 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1019
Issue Date: 14-Jan-2009
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
414875.pdfTexto Completo8.15 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.